DEM – Partido DEMOCRATAS de Altinópolis

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:

Torna público que tem nova diretoria. Coube ao jovem, Henrique Jacintho Marques, a bela missão de comandar um dos mais sólidos partidos políticos do Brasil, diretório Altinópolis.

Com uma visão diferenciada sobre o contexto político, Henrique prezará pelo cumprimento dos ditames partidários com foco em uma sociedade mais justa e igualitária.

Lembra o jovem dirigente, em carta aberta dirigida aos filiados e futuros filiados que nesta agremiação existem filiações inativas e casos de inadequação com os propósitos e conceitos da nova diretoria, e que para tanto, se faz Mister, uma analise mútua, partido/membros, no sentido de  “falarem a mesma língua” e trabalharem para o mesmo propósito.

O partido é grande, e com isso, nossa responsabilidade é ainda maior. Não se pode mais aceitar crimes eleitorais como os que temos visto Brasil a fora, como por exemplo, pesquisas falsas na intenção de enganar o eleitor, isso é crime e a punição é pesada. Já há um caso desse aqui mesmo em Altinópolis e a justiça está analisando. É impossível fazer justiça comum em um partido político quando parte de seus membros ou diretores destoam do senso de igualdade, e isso, nós vamos coibir. A democracia, por pior que alguns possam achar, ainda é, a melhor forma de fazer política. O novo DEMOCRATAS de Altinópolis está com suas portas abertas, nossa diretoria está a postos para esclarecimentos, filiações, desfiliações e, tantas outras dúvidas que o eleitor vier a ter”. Destacou Henrique Jacintho Marques.

– Lembramos que as regras eleitorais são rígidas, e as punições pesadas. É importante para quem pleiteia disputar as próximas eleições, atenção redobrada para que não seja surpreendido negativamente na hora de fazer seu registro eleitoral.

De nossa parte, desejamos muito boa sorte à nova diretoria do partido “DEMOCRATAS” em Altinópolis.

Ademir Feliciano.   

  Próximo Artigo

Prefeito e primeira dama de Santo Antônio da Alegria condenados a dois anos e quatro meses e perda das funções públicas

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *