Candidatos a prefeitura de Altinópolis respondem questionamento do Altiaqui. (Ferreira PSDB).

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:

Conforme havíamos informado, solicitamos aos três candidatos a prefeitura de Altinópolis que nos respondessem algumas perguntas. Assim foi feito por dois deles. Zé do Carmo, candidato pelo PSOL, até o memento, não enviou suas respostas.

Seguem abaixo, as respostas enviadas pelo candidato “Ferreira” (PSDB). A ordem na publicação está obedecendo à ordem de chegada das respostas em nosso e-mail. Assim também, será publicada na edição impressa de nosso jornal.

O Altiaqui agradece ao candidato “Ferreira” pela prontidão nas respostas. Nossa intenção eleitor, com este questionamento, foi dar a você a possibilidade de avaliar os candidatos e com isso te possibilitar uma escolha consciente. Eleição é uma das coisas mais sérias de nossas vidas. Avalie com cuidado e tire suas conclusões.

 

Ademir Feliciano

                      

Muito bom dia candidato.

O Altiaqui, na edição de setembro de 2016, última edição antes das eleições, toma a liberdade de solicitar ao senhor, respostas para as questões abaixo, para que possamos publicá-las, e com isso, informar ao munícipe/eleitor, a plataforma de governo caso seja eleito.

Informamos ainda que estas perguntas foram dirigidas também, exatamente iguais, aos outro dois candidatos a prefeito de Altinópolis.

1) O que o senhor fará para incrementar o turismo em nosso município, uma vez que o potencial imenso da cidade nunca foi explorado?

Acredito no turismo como gerador de oportunidades e empregos. Nossa cidade tem um Plano Municipal de Turismo e deve ser reconhecida pela Assembléia de São Paulo como Município de Interesse Turístico. Teremos duas ações: 1. Como receberemos mais recursos do fundo das estâncias, cuidaremos melhor de nossas praças, do acesso às principais cachoeiras e da Gruta do Itambé, mantendo vigilantes nesse local. 2. Organizaremos um local como receptivo de turismo (ao lado da cadeia velha) e faremos com que esse receptivo sirva de apoio às agências e a todos que trabalham na área do turismo. Apoiarei o turismo de eventos e criaremos novas datas para que esse tipo de atividade seja mais constante em nossa cidade.

 2) Qual a sua posição com relação à saúde do município, tão deixada de lado nas ultimas gestões?

Não acredito que esteja deixada de lado. O sistema funciona, mas pode ser melhorado. Minha vontade é acabar com os agendamentos de consultas nas unidades de saúde e, periodicamente, ter médicos especialistas para atender a população no hospital ou em alguma unidade da Prefeitura. Estenderei também, ao máximo, a lista de medicamentos que quero deixar à disposição das famílias. Vou investir muito em prevenção por meio da Vigilância Epidemiológica e da Vigilância Sanitária para garantir a saúde, que é a melhor forma de assegurar a qualidade de vida.

 3) Educação e cultura: Quais seus planos para estas pastas tão importantes na formação dos cidadãos?

Gosto da administração democrática, participativa e com muita transparência. É assim que vamos agir na educação, com a participação do Conselho Municipal da Educação, dos professores e representantes de pais nas decisões. Já assumi o compromisso em reuniões de que a escolha do gestor da educação seria feita a partir de uma lista indicada por eles. Vou democratizar as decisões, mas não abro mão de uma educação de qualidade, pois entendo que a educação é o único caminho para transformar as pessoas. Estudei na escola pública e sei o quanto uma educação de qualidade é importante para dar oportunidades iguais às pessoas. Quando fui prefeito, terminei o meu mandato com os melhores índices de IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) de nossa cidade, desde que ele começou a ser publicado.

 4) Como incentivar a vinda de empresas/indústrias para o município para criação de empregos e renda?

Sempre preocupei-me com o desenvolvimento econômico e a geração de emprego em nossa cidade. Quando fui vereador, aos 36 anos de idade, criei a lei que obrigava o poder executivo a destinar uma área para o Distrito Industrial de Altinópolis. Veja a importância do distrito hoje, pois ele atraiu empresas, e grande parte das pessoas da nossa cidade trabalham lá. Mas preciso olhar para frente, o país passa por uma grande crise econômica e o desemprego assola o Brasil. Tomaremos medidas sim, pois essa é a área de que mais gosto. Acredito que apostar no turismo, fortalecer o comércio local e incentivar o investimento no preparo do café, nosso principal produto, vão gerar muitos impostos e muitos empregos na industrialização. Criarei a lei de incentivo aos pequenos empreendedores, e com a parceria que já temos hoje com o Sebrae, via Associação Comercial, poderemos apoiá-los e prepará-los para os desafios do mercado atual.

5) Animais abandonados nas ruas: há da parte do senhor algum projeto ou proposta para este problema de ordem social e de saúde pública?

Existem na cidade grupos de pessoas que trabalham nessa questão. Já conversei com alguns que entendem que de imediato é preciso fazer a vacinação e aumentar o número de castrações para que a reprodução não prolifere descontroladamente. É importante a participação da sociedade e o apoio que daremos. Aliás, é meu lema, juntos faremos muito mais. As vacinações serão feitas, aumentaremos as castrações e, se possível, faremos até um canil e um gatil para recolher esses animais e tratá-los com todo o cuidado que merecem.

6) Como enxugar a máquina pública em relação à quantidade enorme de funcionários que oneram por demais os cofres do município?

Em primeiro lugar, todo servidor público que cumpre suas funções com dedicação e respeito pode ter certeza de que não será demitido. Eu não sou candidato da mudança. Vou apoiá-los e incentivá-los para que atendam a nossa população como ela merece, na saúde, na educação, na assistência social e nos cuidados com a nossa cidade.

7) Funcionários públicos municipais e servidores do Hospital de Misericórdia: Há algum projeto que vise uma melhor condição de trabalho e de salário destes servidores?

O hospital é parceiro da Prefeitura. Tenho conversado com todas as categorias e ouvido servidores e funcionários do hospital. Sei que há categorias que precisam e merecem ter seus salários corrigidos em função de uma distorção. As condições de trabalho serão melhoradas e todos terão o necessário para ter garantias e proteção à saúde. Precisamos cumprir todas as normas de segurança e ajustar salários para que o servidor esteja motivado a atender toda a população. O Hospital de Misericórdia tem sua política salarial diferente do servidor municipal. O hospital é um parceiro, e vamos discutir também as questões que envolvem o servidor do hospital. Como venho dizendo, vamos abrir todas as contas da Prefeitura e, com transparecia total, definiremos a política salarial juntamente com os vereadores.

8) OSCIP SABIÁ: Um projeto de suma importância par os jovens altinopolenses, hoje completamente parado, Inativo. Como reativá-lo? Há por parte do senhor, esta preocupação?

Não sei qual a situação da Oscip, mas sei que sempre exerceu um papel importante no lazer, cultura e entretenimento do jovem, além de ser muito educativa. É uma ONG de apoio ao jovem e contará com meu apoio para que ela funcione e cumpra seu papel com a sociedade.

9) Matadouro Municipal abandonado: Existe interesse em vê-lo novamente em funcionamento?

Quando prefeito, terminei o matadouro municipal e o deixei funcionando em perfeitas condições, com câmaras de resfriamento e congelamento. Era o que tinha de melhor no Estado de São Paulo em cidades do mesmo porte da nossa. Quando Dr. Wadis (PSD-55) foi prefeito, ele fechou o matadouro até hoje não sei o porquê. É preciso saber quanto custa para recuperar e se ele vai atender às novas exigências da vigilância sanitária. O ideal, se possível, é buscar parcerias com a iniciativa privada, pois o matadouro, funcionando, gerará muitos empregos. E a Prefeitura poderá concentrar sua atenção em saúde, educação e desenvolvimento econômico, que é o mais importante no momento.

10) Estações de tratamento de água sucateadas, sem manutenção, vazando, causando muitas vezes transtorno de falta d’água para a maioria da população: O que fazer para resolver este problema?

Simples. Fazer as correções necessárias, dar segurança aos operadores e garantir 100% de atendimento diariamente, 24h, em todas as casas. Esse é o meu compromisso, não vejo nenhum problema para resolver essa questão. Quando saí da Prefeitura, em 2000, deixei tudo funcionando bem e 100% da cidade recebendo água com cloro e flúor, garantindo a saúde a todos.

11) Quanto tempo será necessário para colocar as finanças da prefeitura em ordem, e a partir daí, iniciar os investimentos que a cidade precisa?

Vamos acompanhar na transição o andamento das finanças municipais. Faço minha campanha com responsabilidade e sei que arrecadação caiu muito em função da grave crise econômica pela qual passa o país. A receita caiu e a despesa sempre continua aumentando. Acredito que agora, com o novo governo definido, a confiança deve ser recuperada e os investidores nacionais e internacionais provavelmente encontrarão terrenos férteis para seus negócios. O próprio Governo Federal e os estaduais, com certeza, voltarão a fazer os investimentos em infraestrutura e saneamento para melhorar a qualidade de vida das pessoas. A curto prazo teremos um desenvolvimento econômico melhor. Com isso, as arrecadações deverão crescer, e nós poderemos, com o equilíbrio das finanças, atender a população naquilo que ela precisa, com qualidade. Com o bom relacionamento político que temos, buscaremos no Governo Estadual e Federal os convênios necessários para os investimentos.

12) Caso queiram, deixem considerações finais que não ultrapassem dez linhas.

Gostaria de falar do terceiro setor. A APAE de Altinópolis e a Sociedade São Vicente de Paula exercem um papel fundamental na nossa comunidade. Quando fui prefeito, apoiei o início de todas as obras da APAE e consegui recursos para levar o asfalto até aquela entidade. Coloquei médicos para atender os assistidos pelo asilo. Reconhecerei e Apoiarei o trabalho voluntário que é feito nessas duas entidades. Podem contar comigo. Quero governar ao lado do Pio, com seriedade, comprometimento, transparência, pulso forte, amor a esta terra e com os olhos no futuro. Dessa maneira, se Deus quiser, conseguiremos atender aos anseios e desejos de toda a população de Altinópolis, do mais jovem ao mais idoso.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Artigo Anterior

Candidatos a prefeitura de Altinópolis respondem questionamento do Altiaqui. (Roberto JRM PSD)

Próximo Artigo

Mais um MEGA EVENTO em Altinópolis!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *