Cargos de confiança do prefeito “Nanão”, deixam a folha de pagamento “INSUSTENTÁVEL”!

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:


 

Neste texto, não nos referiremos aos funcionários públicos comuns do executivo municipal de Altinópolis. Aqueles que realmente trabalham e têm salários módicos, alguns até desumanos se comparados aos altos salários dos “TUBARÕES” do poder. Não! Trataremos aqui, da desigualdade salarial, e principalmente do INCHAÇO na folha de pagamentos, graças a cargos criados pelos administradores como forma de manter o poder dos votos com os cargos criados. CARGOS DE CONOTAÇÃO MERAMENTE POLÍTICA!

A folha é extremamente alta, a quantidade de funcionários também. São ao todo 739, dos quais, os poucos que ganham muito, (poucos em relação ao totalitário), se exonerados fossem, a divisão nos valores, poderia ser muito mais HUMANIZADA.

São secretários que não secretariam nada, adjuntos idem, diretores de departamentos que nem sabem o cargo que tem, ou para que servem. Não generalizamos. Claro que não! Muitos, realmente mostram porque estão lá.

Desses cargos, nenhum por concurso público. Essa brecha na Lei, permite estes abusos, e baseados nela, os detentores da caneta, usam e abusam da criação de cargos. Quem paga tudo? Nós!

739 funcionários, para uma cidade do porte de Altinópolis, é exagerado. Principalmente se levarmos em consideração, o estado lamentável a que a cidade se encontra. Haja vista o BURACO criado pelas chuvas, desde março, na principal via de acesso do município, e agora, a interrupção nos partos, por falta de médicos e estado lamentável do centro cirúrgico do único hospital da cidade, bancado com dinheiro público. Dinheiro nosso!

Uma bola de neve criada por quem não está nem aí com o cidadão. O que vale para eles, é garantir seus votos de cabresto em todas as eleições. Um município que não cria empregos e não tem (Propositadamente) política voltada para criação de vagas de trabalho. Assim, com os cargos criados, “conseguem “manter a fidelidade daqueles que se julgam favorecidos, mas que na verdade, são os mais usados. Basta ver agora. Faltou dinheiro? Manda todo mundo embora!

O que falta em Altinópolis, são verdadeiros homens públicos, comprometidos com o desenvolvimento da cidade em prol de todos; e não de meia dúzia de paus mandados!

Sei que sou repetitivo. Que bato na mesma tecla há anos, mas, assim permanecerei. Se você não fizer por onde isso mudar, você ficará eternamente preso às amarras tiranas deste poder tirano que faz e desfaz de você Altinópolis.

Acompanhe abaixo, um ilustrativo retirado do site oficial de transparência nas contas públicas.

Veja quem ganha o que, e como, da prefeitura. Tudo pago por você! Perca uns minutinhos e leia tudo. Você irá se surpreender!

 

Gabinete do Prefeito 6 Funcionários- Sendo o maior salário, o dele, R$ 13.000,00

Vice-prefeito- R$ 6.500,00 e chefe de gabinete R$ 5.346,27. Outros; com salários bem mais baixos. Gasta-se por mês: R$ 39.328,00

Secretaria de assistência e desenvolvimento social – 16 funcionários- Maior salário- Maria Inês Lelis Marques (Botina) R$ 5.346,27– Secretaria adjunta. Adjunta de quem se a secretaria não tem secretário? Fica a pergunta. Tem secretária adjunta, mas não tem secretário titular. Só aqui! Gasta-se por mês: R$ 37.812,35

Secretaria de administração e finanças– 42 funcionários- Maior salário- Secretário municipal R$ 6.500,00– uma secretaria repleta de diretores de departamento e diretores executivos. Gasta-se por mês R$ 80.032,80

Secretaria de cultura e turismo– 7 funcionários- Maiores Salários- Secretário de cultura, Sr. Elias Alfredo Filho (nunca vi) R$ 6.500,00 e secretário adjunto, Sr. Hamilton de Andrade Lemos (nunca vi) R$ 5.346,27– Gasta-se por mês: R$ 20.500,14

Secretaria de Educação, Esporte e Lazer– 354 funcionários- Maiores Salários- Secretária municipal R$ 6.500,00 e secretaria adjunta R$ 5.613,58– A secretaria comporta ainda, 6 diretores de departamento com salários em torno de R$ 2.000,00. Gasta-se por mês: R$ 661.44,54

Secretaria de saúde– 158 funcionários- maior salário- Secretário adjunto de saúde, Sr. José Wilson PolloR$ 7.425,38– Não localizamos nesta secretaria, “Secretário Titular” da pasta. Fica a pergunta aqui também! Adjunto de quem, se não tem titular? Gasta-se por mês: R$ 340.637,60

Secretaria dos negócios jurídicos– 6 Funcionários- Maior salario- Evaldo José Custodio- Secretário municipal- R$ 6.500,00– Gasta-se por mês: R$ 23.346,73

Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Agrícola e Meio Ambiente– 14 funcionários- Maiores salários- Secretário Municipal- Walter Maurin MarquesR$ 6.500,00, secretário adjunto- José Claudio Ferreira, R$ 5.346,27. Gasta-se por mês: R$ 37.972,41

Secretaria de Planejamento e Infraestrutura– 136 funcionários- Maior salário- Secretário Municipal – Rafael Franzoni de FigueiredoR$ 6.500,00– Gasta-se por mês: R$ 240.154,49

Totaliza-se nesta soma, R$ 1.481.229,06 (Um milhão, quatrocentos e oitenta e um mil, duzentos e vinte e nove reais e seis centavos) por mês! No ano, paga-se com folha funcional, a bagatela de R$ 17.774.474,80. Valor maior que a arrecadação de muitos municípios pequenos Brasil a fora. (Sem esquecer que o nosso município, também é pequeno). Isso é o que Altinópolis gasta por ano com salários brutos dos funcionários!

 

Façamos, em cima destes números, uma breve continha!

Prefeito e vice- R$ 13.000,00 de um e R$ 6.500,00 do outro+ R$ 5.346,27 do chefe de gabinete (não sei para que chefe de gabinete numa prefeitura deste tamanho) total: R$ 24.846,27. Ao final de um ano, soma-se R$ 298.155,24

Maria Inês Lelis Marques (Botina) R$ 5.346,27– Secretária adjunta. Ao final do ano – R$ 64.155,24

Secretário de administração e finanças- Secretário municipal R$ 6.500,00. Ao findar do anoR$ 78.000,00

Secretaria de Cultura- cultura, Sr. Elias Alfredo Filho (nunca vi) R$ 6.500,00 e secretário adjunto, Sr. Hamilton de Andrade Lemos (nunca vi) R$ 5.346,27- Ao final do ano R$ 142.155,24

Secretaria de Educação, esporte e lazer: Secretária municipal R$ 6.500,00 e secretaria adjunta R$ 5.613,58, ao final do ano R$ 145.362,96

José Wilson Pollo– R$ 7.425,38- Adjunto da saúde, sem secretário titular: ao final do ano: R$ 89.104,56

Evaldo José Custodio– Secretário municipal- R$ 6.500,00- no fim do ano: R$ 78.000,00

Secretaria de desenvolvimento econômico- Walter Maurin MarquesR$ 6.500,00, secretário adjunto- José Claudio Ferreira, R$ 5.346,27- Fim do ano: R$ 142.155,24

Rafael Franzoni de FigueiredoR$ 6.500,00- Secretário municipal de Planejamento e Infraestrutura- Ao findar do ano: R$ 78.000,00

Dos treze cargos aqui referendados e citados por mim para esta somatória de valores, tem-se a quantia de R$ 1.115.088,40, por ano. Quase dez por cento de todo valor gasto com a folha anual; que é de R$ 17.774.474,80.

 

Estes são apenas os maiores salários, porém, existem outras dezenas de cargos com salários menores, mas nem por isso, menos lesivos. Todos cargos de confiança. Lembramos que a antiga secretária de Saúde, que era na verdade, advogada particular do prefeito, está sob investigação do Ministério Público. Tal qual o padre Cardoso que também, já foi assessor do prefeito.

Vocês percebem alguma justiça nessa divisão dos valores que são seus?

Foi sua conta de água, ou, IPTU atrasados que levaram Altinópolis a bancarrota?

Você pretende manter este modelo de administração?

“Nanão” é bom de saúde e educação! Não se engane mais. Ele está “morto”, “mas não morreu”! Trama sua volta para 2017, na armadura de outros que se dizem; DISSUADIDOS! Mentira! Sempre estiveram e sempre estarão juntos!

 

Muda Altinópolis!

Ademir Feliciano

 

 

 

 

 

Artigo Anterior

Rua Coronel Honório Palma- “Quem vai fechar aquele buraco”?

Próximo Artigo

Contenções de gastos deverá resultar em demissões na prefeitura de Altinópolis!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *