Hospital de Altinópolis torna público: “Os partos estão suspensos por falta de médicos e decadência do centro cirúrgico”!

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:

 

O seu direito futura mamãe, de dar à luz a seu filho na cidade onde você nasceu, ou reside, acaba de ser tirado!

 

O que vou relatar abaixo, baseado e fundamentado em documento oficial expedido pelo Hospital de Misericórdia da cidade de Altinópolis, assinado por seu provedor “Walter Manço Filho” é no mínimo estarrecedor, para não dizer desumano e nojento.

Após ser oficiado pelo vereador Sebastião Alves Paulino (PTB), que solicitou esclarecimentos sobre a possibilidade de interrupção nos partos naquela unidade hospitalar, eis que seu provedor emite documento resposta com os seguintes dizeres:

“O Hospital de Misericórdia de Altinópolis, por meio de seu provedor Walter Manço Filho, infra-assinado, vem através deste responder aos questionamentos sobre a interrupção momentânea dos partos pela instituição.

São várias as razões que levaram o Hospital de Misericórdia de comum acordo com a Prefeitura Municipal de Altinópolis a interromper a realização de partos nos próximos meses, dentre elas a mais importante, a falta de equipe técnica suficiente para realização dos serviços sem riscos à população, uma vez que neste momento só contamos com uma médica obstetra com disposição para atender a demanda, não sendo possível humanamente a mesma ficar de plantão 24 horas por dia, todos os dias da semana, inclusive sábados, domingos e feriados sem afetar a qualidade do serviço prestado.

Também temos o problema do médico anestesista o qual possui 5(cinco) férias vencidas, sendo que a Lei nos obriga a dar descanso anual, e o mesmo não consegue ficar de férias há anos, pois existe uma dificuldade muito grande de encontrarmos outro anestesista para substitui-lo.

Além do problema primordial de recursos humanos, também temos um problema grave estrutural, pois houve um grande vazamento de água no Centro Cirúrgico, o9 qual ocasionou bolhas e rachaduras nas paredes, além de ferrugens nas portas e danos no piso, os quais inviabilizam qualquer tipo de cirurgia no local, uma vez que colocam em risco a segurança do paciente.

O Centro Cirúrgico deve estar de acordo com as Portarias MS nº 400/77, Portaria 1889/94 e RDC 50, sendo necessário a reforma do espaço, o que muito nos preocupa diante da grave crise financeira que os três entes federados estão enfrentando, principalmente o município que é o nosso maior parceiro.

Em anexo, estamos enviando fotos da situação atual do Centro Cirúrgico.

Nos colocamos a disposição para outros esclarecimentos, bem como estamos à disposição dos nobres vereadores para que os mesmos possam verificar in loco a grave situação do Centro Cirúrgico”.

Sem mais para o momento reitero protestos de elevada estima e consideração.

Atenciosamente

Walter Manço Filho

Provedor do Hospital de Misericórdia de Altinópolis.

 

Comentemos:

Inacreditável! Inacreditável!

Eu sinto nojo, asco, ojeriza, quando leio tamanha falta de respeito.

Não é possível que um hospital, que anualmente tem disponibilizado via convênio aprovado por unanimidade pela câmara de vereadores, mais de R$ 6.000.000,00 (Seis Milhões de Reais), um hospital que fraudou o SUS com informação mentirosa de mais de 700 mil atendimentos em um único mês, o de fevereiro de 2013, o que gerou mais de R$ 8.000.000,00 (oito milhões de reais), venha agora, interromper o direito da mãe dar à luz.

Pura incompetência dos gestores do hospital em conluio com a prefeitura. A administração municipal, juntamente com esta provedoria que está aí, são os responsáveis diretos por este estado de calamidade a que passa o único hospital da cidade.

INUTEIS para o município, são estes homens! Os vereadores sequer se dignam a fazer uma ampla auditoria na contabilidade do hospital. Tudo muito sujo. MUITO SUJO.

Não ter dinheiro para pagar médico? Mas ter dinheiro para pagar advogados, dentre eles o Evaldo Custodio. Não ter dinheiro para pagar médico e ter dinheiro para pagar uma bela grana mensal a Luciana Nazar entre outros. Não tem dinheiro para pagar médico mas tem dinheiro para pagar engenheira de alimentos! Porra, onde estamos?

Isso é nojento!

Em congresso de secretários de saúde, recentemente realizado em Ribeirão Preto, dona Luciana Nazar, ao tomar da palavra, exaltou ao extremo a administração do Hospital. Apresentou números que fizeram inveja a todos que lá estavam, inclusive com fotografias de reformas na unidade. Era tudo mentira? Só pode ser, afinal, segundo documento do provedor, o hospital agoniza na UTI!

Pelo texto enviado pelo provedor; pela forma como descreve a situação do hospital, tudo ali é encarado como se não hospital fosse. Com se não, com vidas humanas se trabalha ali, mas sim, como apenas mais um setor da administração que nunca funcionou por incompetência e roubalheira.

É um Hospital. O Único que temos. Não é um simples açougue!

Que pena. Você mamãe, futura mamãe, programe-se direitinho. Por muito tempo, não será realizado parto no Misericórdia. MUITO TEMPO MESMO. Eles deixaram a situação que já era de conhecimento deles, chegar a este estado absurdo. Sem verba, sem repasse do SUS por ter roubado mais de R$ 8.000.000,00, sem credibilidade alguma, e com altos salários do alto escalão, eu não vejo solução rápida para o único hospital de tão fragilizado e roubado Município de Altinópolis.

Mais uma vez, gerido por Nanão/Ferreira/Roberval/ Evaldo Custodio/Walter Manço/Luciana Nazar e outros, a conta dessa falência é você quem vai pagar.

É assim que eles enxergam você. Vê se te enxerga também!

Isso é desumano!

Esses homens mataram a sua cidade!

Nós disponibilizaremos na íntegra, o documento mal redigido, assinado pelo Provedor do Misericórdia, o Evangélico Walter Manço Filho, tal e qual também, as justificativas da Gerente de Recursos Humanos do Hospital de Misericórdia.

Lamente-se com a tragédia anunciada!

 

Ademir Feliciano

 


 

 

 

Artigo Anterior

Vereador quer saber porque existem casas vazias no “Minha Casa Minha Vida”!

Próximo Artigo

A primeira mulher “Coach Crossfit” de toda nossa região!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *