“Para onde vai o Professor Roberval”?

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:


Saiu do PSDB e foi para o ………..


O vice-prefeito de Altinópolis, Roberval José de Oliveira, filiado no PSDB desde 2007, homem de confiança extrema do cacique do partido e ex-vice-prefeito Luiz Valter Ferreira, desliga-se da legenda, em 29/09/2015.

Motivo: Vamos tentar desvendar abaixo.

Alternativa (a) – Ser vice de Ferreira? Pode ser; afinal, Ferreira é do PSDB e já declinou seu desejo em disputar as próximas eleições para prefeito. Isso permitiria coligação majoritária, caso saiam os dois.

Alternativa (b) – Teria brigado com o PSDB? Acho difícil. São muito iguais! O que pode estar ocorrendo, é uma manobra estratégica, para, manter aproximação entre Nanão e Roberval, se este último, for filiado no PMDB; partido de Nanão! Há quem diga, porém, que o próprio PMDB tem recusado a filiação do atual vice-prefeito. O motivo seria, justamente a estratégia usada.

Alternativa (c) – PDT? Partido de Marquinho Garrincha, o vereador mais bem votado nas últimas eleições, mas que, como todo “encimadomurista” deixa para decidir tudo aos 48 minutos do segundo tempo. Com tendência de ir para onde estiver o poder.

Alternativa (d) – Os outros partidos de situação, DEM, PPS e PT? Quase impossível. O PMDB e PSDB de Altinópolis, não permitiriam. O poder é deles, e com eles, na intenção deles, assim deverá permanecer.

Alternativa (e) – Algum partido de oposição? Não sei. Realmente não sei! A única coisa que sei é que o (PV) Partido Verde, meu partido, não o aceita. Claro que nem ele viria para cá. Ele sabe que o (PV) é limpo e aqui no (PV) não há lugar para essa gente. Já os outros partidos de oposição, se quiserem que se posicionem.

Vereador eleito para legislatura 2009/2012, Roberval foi base aliada da administração Nanão/Ferreira. Foi um dos que votou sempre a favor do governo, sem sequer questiona-lo. É por tanto, responsável direto, juntamente com seus pares de bancada, por toda falcatrua e corrupção cometidas naquela malfadada administração desonesta. 2009/2012- Nanão/Ferreira.

Na atual legislatura, 2012/2016, é vice-prefeito de Nanão. O que esperar em termos de mudanças, de um político desse nível?

Basta que olhemos com quem ele se juntou sempre, para poder estar sempre, no poder ou ao lado dele.

Simples! 2+2! A intenção de toda essa mudança, é simplesmente partidária com estratégia de manutenção do poder. Ganhe quem ganhar, sempre haverá um deles, no poder, e isso, faz toda diferença. Basta olharmos o vice de Dr. Wadis quando prefeito foi. O Vice, era gente deles. Deu no que deu!

Bem; o vice-prefeito de Altinópolis, está sem partido. Resta saber, quem irá aceita-lo!

As cartas estão sendo dadas.

Vota direito Altinópolis, ou, padeça mais alguns anos! Parece que você gosta!

 

Ademir Feliciano

 

 

Artigo Anterior

Prefeitura de Altinópolis, pede reexame de contas reprovadas em 2012 pelo TCE/SP, e o resultado é muito pior que o exame inicial.

Próximo Artigo

Dilma Rousseff sanciona mini- reforma política. Veja aqui, a íntegra da sanção presidencial.

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *