Caramujos invadem residências em Altinópolis.

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:


Moradores pedem solução.

 

Moradores da Rua Barão do Rio Branco, no centro da cidade de Altinópolis, entraram em contato conosco, ontem, 10/03, com reclamações referentes a um terreno baldio, localizado em frente ao número 449; que estaria segundo eles, sendo um verdadeiro criadouro de caramujos.

Os moluscos estariam invadindo as casas, causando desconforto, nojo, e apreensão entre moradores que não sabem se são inofensivos ou não.

Existem caramujos nocivos e caramujos inofensivos ao homem. Entre os tipos nocivos, encontram-se Biomphalaria tenagophila, B. glabrata e B. straminea, que podem transmitir a esquistossomose”.

Portanto, se faz pertinente a reclamação dos moradores.

Solicitamos aqui, a gentileza do proprietário do terreno, e também da vigilância e controle de endemias da cidade, que deem uma atenção especial ao caso, no sentido de eliminar este que pode ser um mal à saúde pública. E mesmo que não seja, “o bicho é bem nojento”.

Vale ressaltar, não sabermos tratar-se de: caramujos ou caracóis. Há uma diferença entre eles.

É muito comum a confusão entre caramujo e caracol. Na verdade, são animais cuja aparência é muito próxima, mas que são bem diferentes. O caramujo é um animal aquático e respira por brânquias, enquanto o caracol é um animal terrestre e dotado de um pulmão. Portanto, se um caracol for lançado à água, ele morrerá afogado, pois sua anatomia não lhe permite nadar”.

Tudo indica, serem então “caracóis”!

 

Mais um serviço de utilidade pública “Altiaqui”.

 

Ademir Feliciano

 

 

 

 

Artigo Anterior

A democracia do PT! Por Edison Vicentini Barroso.

Próximo Artigo

Senado aprova fim de coligações em eleição para deputados e vereadores

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *