“EXPOAL” 2014 dá prejuízo de R$ 373.194,00!

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:


A tradicional festa de exposição agropecuária “EXPOAL” realizada anualmente na cidade de Altinópolis, vem dando um prejuízo atrás do outro para administração pública.

Se pegarmos receitas e despesas de todas as festas, constataremos sempre, uma diferença absurda contra o erário.

Falemos então da “EXPOAL” 2014, cuja prestação de contas só foi possível graças a requerimento do Vereador Sebastião Paulino (PTB) retirado a “fórceps” das garras do município.

Com energia elétrica e material elétrico, gastou-se:

R$ 24.480,49

Com hospedagem, gastou-se

R$ 8.200,00

Locação de equipamento e animais, gastou-se:

R$ 46.419,50

Material de consumo, gastou-se:

R$ 2.242,15

Outras despesas, gastou-se:

R$ 56.737,45

Show Artístico, gastou-se:

R$ 247.200,00

Transporte, gastou-se:

R$ 2.900,00

Essas foram as despesas da festa.

 

As receitas foram bastante módicas. Apenas R$ 50.375,00.

No bojo, as receitas foram conseguidas graças as barracas diversas como, de doces, crepes, restaurante, lanchonete, ETC. O que mais gerou recursos de receita foi o estacionamento que sozinho rendeu R$ 18.675,00.

Parece que o povo resolveu ir de carro, pagar estacionamento, mas na hora de alimentar-se, beber uma geladinha, gastar com os filhos, percebeu que a grana já havia sido comprometida com a guarda de seu automóvel!

É a primeira vez que vejo o estacionamento dar mais lucro que o protagonista: A FESTA!

Leva-nos a crer que a população foi ao estacionamento, não a “EXPOAL”. Imagine você chegando em casa e falando assim para sua esposa: “Amor hoje iremos a um mega evento na cidade”! Então ela questiona. “Onde amor”? E você responde cheio de alegria: “Ao estacionamento da EXPOAL”!ÔÔÔÔ TREM!

Inadmissível dar continuidade a este modelo deplorável de organização de festas. Prejuízo atrás de prejuízo. O município vive capengando; sempre, sem verba para as mais prioritárias situações; sempre, em dificuldades financeiras. Mas, mesmo assim, se dá ao LUXO de fazer festa e ter um desfalque de R$ 373.194,00 nos cofres públicos.

Vamos lá! A festa ocorreu entre os dias 5 e 8 de junho de 2014. 4 dias de festa. R$ 373.194 de prejuízo. Isso perfaz um gasto diário de R$ 93.298,50. “Tá podendo hein ARTINÓPI”!

A festa deve continuar? Em meu entendimento, claro que sim, a final, é uma tradição. Talvez a mais importante festa do calendário municipal.

A festa deve continuar dando prejuízo de mais de R$ 300.000,00 por ano? Aí não dá. Aí o osso devora o cachorro!

Algo de urgente deve ser feito. Há que se mudar o modelo. Nem que não de lucro, afinal, não é, ou não deveria ser este, o objetivo da festa. Mas “pera lá né”, que pelo menos empate ou perca de pouco! A “EXPOAL” está levando de goleada. Pior! Nada que se diga “NOSSA que tremenda festa foi a EXPOAL deste ano”!

Quero deixar bem claro que todos os valores por mim aqui descritos, foram enviados como forma de prestação de contas após requerimento do Vereador “Tião Paulino” (PTB), porém, foi tudo digitado e enviado. Sequer uma nota fiscal de comprovação dos gastos, foi anexada. “Pode ter sido uma simples falha, ou, esquecimento”!

O vereador deverá solicita-las!

 

Ademir Feliciano

 

 

Artigo Anterior

Singela homenagem deste escrevedor a um poeta da terra. “Adelay Bonolo”.

Próximo Artigo

Você prestou concurso para Diretor de Escola em Altinópolis? Essa matéria pode lhe interessar!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *