Vereador da base governista pede vista e adia votação das contas 2011 Nanão/Ferreira.

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:


Após tensa sessão plenária ontem, 02/12 na câmara de vereadores da cidade de Altinópolis, onde seria votado parecer do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo que julgou por unanimidade de seus membros, IRREGULARES as contas do executivo no exercício de 2011; surpreendentemente, o vereador da base governista Renato Theodoro (PPS) “Renato da Delegacia”, pediu vista do parecer e a votação ficou adiada para próxima sessão extraordinária, marcada para o dia 11 deste mês.

Casa de Leis cheia de gente, onde a grande maioria, como sempre, de funcionários públicos. Uma pratica deste governo que quando tem que se apresentar e se justiçar em tribuna “OBRIGA” funcionários a irem a sessão e aplaudirem suas palavras mentirosas e cheias de vícios.

Presente à sessão, o prefeito Marco Ernani Hyssa Luiz, de posse da palavra, tentou defender-se e justificar-se na expectativa de convencer pelo menos, um dos quatro vereadores apalavrados e dispostos a votar pela manutenção da decisão do TCE, fato este, que manteria rejeitadas as contas.

Dotado como sempre de grau de loucura extremada, o prefeito desrespeitou a casa de Leis, usou dela como se fosse sua e agrediu verbalmente o Vereador Zé do Carmo (PSOL) que reagiu e o clima ficou quente.

Quando da possibilidade da votação, quando tudo parecia que finalmente seria definido, eis que surge fato novo. O vereador Renato da Delegacia, pede vista ao parecer exarado pelo TCE e adia a sessão de votação como já foi dito acima.

Tudo indica, ser esta, mais uma manobra na tentativa desesperada de obterem pelo menos um voto da oposição para ai sim, terem aprovadas suas contas, manterem-se, ele prefeito e seu ex- vice, aptos a disputarem eleições futuras. Se rejeitadas forem as contas, como serão, estarão os dois, impedidos de obterem registros eleitorais, e por consequência, fora de disputa por até 8 anos.

Os quatro vereadores de oposição; Sebastião Alves Paulino (PTB), Ruam Cabeleireiro (PTB), Zé do Carmo (PSOL) e Zé Cristino (PSD) estão irredutíveis; como deve ser aliás, a postura de um vereador frente a tanta irregularidade cometida, apontada e denunciada. Partindo do executivo!

Falamos agora pela manhã com o vereador Renato, que nos respondeu estar impossibilitado de falar naquele momento. Ligamos outras vezes, mais de uma, e o telefone não foi atendido”.

Nós fizemos filmagem profissional de toda sessão plenária de ontem; assim que estiver em condições, disponibilizaremos aqui na integra.

Uma coisa podemos afirmar: A situação de “manda quem pode obedece quem tem juízo”, no cenário político de Altinópolis, está com seus dias contados.

Serão sim, rejeitadas as contas já reprovadas pelo TCE, e isso, retirará, extirpará, o câncer administrativo que impede a cidade de crescer e de desenvolver há tanto tempo.

 

Dia 11 então, novo encontro marcado na casa de Leis. Que façam valer a LEI!

 

Ademir Feliciano

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Artigo Anterior

Mais uma denúncia do “Altiaqui” resulta em bloqueio de bens de funcionários da administração “Nanão/Ferreira”.

Próximo Artigo

Câmara Municipal de Altinópolis- Incentivo ao Ato Criminoso.

Confira também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *