Quanto custa para nós, cada deputado que elegemos?

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:

Usamos como parâmetro para esta matéria, os três deputados estaduais eleitos por Ribeirão Preto. Baleia Rossi (PMDB) Welson Gasparini (PSDB) e Rafael Silva (PDT).

Entramos no site oficial da Assembleia Legislativa de São Paulo e retiramos de lá, os quadrantes que mostram os gastos dos parlamentares paulistas desde o  exercício de 2012, até a presente data. Ano a Ano. Estão dispostos no site, apenas os gastos de 2012 pra cá. São gastos dos mais diversos como, combustíveis, locação de imóveis, gráficas, assinaturas de jornais, telefonia celular e fixa. Etc. Tudo pago por cada um de nós.

Percebam que no caso de Baleia Rossi (PMDB), o que chamou nossa atenção foi um imóvel locado do proprietário de nome, Marcio Antônio Rossi. Segundo levantamentos, o imóvel fica situado à Avenida Independência, 3797, Jardim Califórnia- Ribeirão Preto. Cidade natal de Rossi. O referido Imóvel, serve como escritório político do Deputado. O sobrenome ROSSI dos dois, locador é locatário é que chamou nossa atenção. Não que estejamos suspeitando de locação de parente, o que por lei seria proibido, mas que chama atenção, isso chama!

Ainda mais se tratando dessa Família Rossi!

Veja abaixo, entre 2012 a 2014 os gastos do Deputado Estadual, candidato agora a federal “Baleia Rossi” (PMDB). O total em menos de três anos, já chegou em R$ 419.038,68.

 

Aqui você verifica os gastos de Welson Gasparini (PSDB) que em menos de três anos acumula gastos de R$ 513.289,01


Veja agora, o recordista de gastos entre os três. Rafael Silva (PDT) gastou em menos de três anos, R$ 713.947,31.

Fonte oficial: Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Você também pode verificar a prestação de contas de cada deputado (empregado nosso) no site da ALESP. Faça uma varredura. Além de um direito, é um dever do cidadão.

http://www.al.sp.gov.br/

Segundo dados da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), no ano passado, divulgados pela imprensa, foram gastos R$ 20,4 milhões para reembolsar os 94 deputados em razão de gastos, como combustível, alugueis, trabalhos gráficos, correios, consultorias, etc.

Os reembolsos pagos equivalem a cerca de 90% do total gasto por todos os 81 senadores do país no mesmo período. Os maiores gastos referem-se a serviços gráficos (20%), alugueis de imóveis (16%) e combustível (14%).

O gasto com combustíveis foi de R$ 2,7 milhões. Cada deputado tem um carro oficial e pode abastecer veículos de funcionários comissionados. São 373 carros registrados pelos deputados atualmente.

O salário de um deputado estadual é R$ 20.112,09 e, pelas regras do Legislativo, cada parlamentar também tem direito a uma verba indenizatória de até R$ 25.175 mensais, além da verba de gabinete para contratação de funcionários e outras benesses.

A Alesp é o segundo legislativo mais caro do país, atrás apenas de Minas Gerais. Em 2014, o orçamento previsto da Casa é de R$ 881,3 milhões, fazendo com que o custo de cada um dos 94 deputados seja de R$ 9,37 milhões. No total, o valor supera a média nacional de R$ 9,04 milhões para cada um dos 1.058 deputados estaduais existentes no país.

 

Nós tentamos colher informações dos Deputados Federais aqui de nossa região, porem o site da Câmara Federal é mais completo e permite verificar os gastos mês a mês desde o ano de 2007 o que tornaria difícil a divulgação de tudo. Mas, entre lá no site e acompanhe os gastos dos “FEDERAIS” também.

http://www2.camara.leg.br/

 

Esperamos com esta matéria, termos contribuído, ou ajudado  você a pesquisar bastante seu candidato antes de dar a ele o seu sagrado VOTO.

 

Ademir Feliciano

 

 

Artigo Anterior

Estamos em luto eterno!

Próximo Artigo

“BUGIGANGA” Decorações e Acessórios.

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *