Para Refletir no “Feriadão”!

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:

O Pastor e o Rebanho

Zé Geraldo

Tu que és o pastor desse rebanho
Não sejas injusto com o mesmo
As ovelhas que estão pastando a esmo
Sentem medo de um mundo tão estranho
E não sabem que és o culpado
O capim que tens guardado
o seu gado gordo come
Mesmo assim as ovelhas te obedecem
porque não te conhecem
Sequer sabem por quê estão com fome

 

Essas ovelhas
famintas mal tratadas
servem como sentinelas
de uma crise violenta
E o capim que as alimenta
o pastor esconde delas

 

Que pastor tão ingrato, desumano
tão perverso, tão tirano
que não vê o seu rebanho se acabar
Oh pastor se não tens capacidade
pra cuidar desse rebanho sem maldade
deixe que entre outro pastor no seu lugar

 

Artigo Anterior

Oposição se cala nas redes sociais sobre prisões de mensaleiros

Próximo Artigo

Ademir Feliciano condenado a seis meses de detenção.

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *