Sabias palavras de um “Jacaré”.

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:

Postagem feita por um internauta do Facebook.

O Presidente da Câmara da minha cidade deve ser Comediante!!

Após meu merecido período de férias no Pantanal com meus familiares, tive em meu retorno uma surpresa, digna de uma comédia grega, contrariando um antigo ditado… “Morrer é fácil, difícil é fazer comédia” – uma facilidade para alguns!
Ao examinar um jornal local, diga-se de passagem, um tanto quanto “parcial”, para não usar outro adjetivo, me deparei com as lamentáveis justificativas do Ilustre Presidente da Câmara para não instaurar a CEI naquela casa, com o fim específico de cassar o prefeito – que já foi objeto de outro texto deste humilde réptil – afirmações, por sinal, totalmente incompreensíveis.
Pois bem, vamos ao que interessa.
Após as calorosas palavras de um nobre vereador ao defender a instauração da CEI contra o prefeito, o Ilustre Presidente da Câmara, diante das sábias palavras proferidas pelo vereador cowboy, ventilou a possibilidade de abrir uma comissão para a cassação do edil, por quebra de decoro parlamentar.

Pausa dramática.

Ora, Presidente, mesmo com provas irrefutáveis relacionados à malversação do dinheiro público pelo administrador local, o senhor, com a desfaçatez de fazer corar um monge, acena com a possibilidade de cassação de um vereador por alardear a voz da população na tribuna da casa do povo da minha cidade?!
Provas tão evidentes, aliás, dignas dos romances policiais do escritor francês, Maurice Leblanc, no famigerado conto “Ladrão de Casacas” – que anunciava seus crimes antes de cometê-los.
Ora, Jerry Lewis, não se afaste do seu dever de fiscalizar o poder executivo. Foi eleito para representar o povo na casa de leis, sendo certo, que o mesmo povo pode destituir o mesmo poder outorgado nas próximas eleições. Cuidado!
Claro, que tal assertiva é válida para todos os vereadores, sem exceção!
Por fim, após algumas indagações anônimas, esclareço que o direito à informação, por meio da imprensa e de sua inerente liberdade, está insculpido na Carta Magna será exercido, nesta página, sem ultrapassar os direitos fundamentais de qualquer cidadão. Vedar a informação de interesse social é o mesmo que coibir a própria democracia. É certo que sem liberdade de manifestação e de opinião, assegurados constitucionalmente, não há que se falar em democracia. Sua ausência constitui a pior ameaça à liberdade de um povo. Somente o acesso a informações é que viabiliza ao ser humano a oportunidade de desvendar fatos ocorridos sobre os quais almeja formar um juízo de valor. Aliás, denunciar o mal é um dever ético da imprensa. É sua função primordial e, por isso, não pode ser abandonada.
Portanto, cuidado você jornalista que por benefícios particulares, vende informações distorcidas a população!

A liberdade para ser contida em momento algum deve ser limitada!

“JACARÉ ATIVO”

 

Artigo Anterior

CEI dos postos de saúde: Total falta de respeito!

Próximo Artigo

Licitou absorvente feminino- detalhe: com ABAS!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *