“Alfalix” rompe contrato com a prefeitura e pega o caminho da roça!

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:

 

A multifacetada empresa ALFALIX Ambiental, uma das maiores prestadoras de serviços para o município de Altinópolis, teria lançado mão dos autos contratos que mantém com a prefeitura e simplesmente “ESCAFEDEU-SE”. Vazou na baquearia.

A citada empresa ALFALIX, é a mesma que já deveria ter sido investigada pela CEI do JÔ dentista, por reformas irregulares nos postos de saúde da cidade.

Lembramos que a empresa recebeu pelos serviços em 2012, sem licitação alguma, e as reformas só começaram em 2013.

CEI aberta na câmara municipal existe para apurar as falcatruas grotescas cometidas, mas por enquanto, está só no papel. “Corre Jô dentista” ou você vai ficar para historia da cidade como mais um “pau mandado” do Nanão/Ferreira e eles vão te preterir, descartar, quando não precisarem mais de você.

Voltando a ALFALIX, essa empresa detém com o município de Altinópolis, contratos dos mais variados. A empresa é quase um Shopping Center, vai de varrição de ruas à coleta de lixo, vai de reforma e construção a patrocinadora do Nanão. RIMOU!

Alvo de investigações pelo Ministério Publico do estado do Pará, segue ação proposta e aceita: O objetivo principal da Comissão como CIDADÃOS QUE SOMOS é conter os abusos praticados pela empresa Alfalix Ambiental contratada pela Prefeitura de Barcarena e Aprovada na CALADA da noite pelos Vereadores, onde justificaram na Audiência Pública que se tratava de um caso emergencial, porém o que presenciamos contra os moradores foram: ameaças na colocação de hidrômetro, aumento abusivo de até 500m2 na conta de água, sendo que pagávamos a importância de R$ 26,72, onde a primeira cobrança abusiva foi no valor de R$59.80, depois R$ 74,00, R$ 83,00, R$100,00. Em fim o abuso foi muito grande, onde o povo em geral foi massacrado e humilhado durante meses.

Cuida-se de AÇÃO CIVIL PÚBLICA COM PEDIDO LIMINAR proposta pelo MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ, por em face de ALFALIX AMBIENTAL LTDA e o MUNICÍPIO DE BARCARENA.

Mais suspeitas: Suspeita de fraude faz juiz vetar licitação em Ribeirão Preto

FERNANDA TESTA
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA, DE RIBEIRÃO PRETO.

A Justiça de Ribeirão Preto (313 km de São Paulo) deferiu uma liminar que suspende o pregão 238/2012, realizado em janeiro deste ano pela prefeitura para a contratação de serviços de roçada e limpeza em terrenos e córregos do município.

A suspeita é de fraude na licitação –tanto por parte das empresas participantes quanto pelos responsáveis pela realização do pregão.

De acordo com a liminar, as empresas Carlos A. Damasceno, Carvalho & Nogueira e Alfalix Ambiental apresentaram valor idêntico, sugerindo ajuste entre os licitantes –o que caracterizaria a ilegalidade no caso.

Mais suspeitas: O vereador André Luiz Rezek, apresentou requerimento na sessão ordinária da última segunda-feira, pedindo informações sobre o Contrato de Concessão de Limpeza Pública, na cidade de Barretos. No requerimento, o vereador lembra que à Empresa Filadélfia Comércio e Transporte Ltda. foi a vencedora da licitação para prestação do serviço de coleta de lixo e varrição no período de 29 de agosto de 2006 a 29 de agosto de 2008, sendo o contrato prorrogado por mais 12 meses de acordo com informações do prefeito. O que chama atenção é que neste período, a referida empresa mudou a sua razão social, passando a responder pelo nome “Alfalix Ambiental Ltda. – ME. “Nós não temos conhecimento do procedimento administrativo contratual adotado com a presente alteração, nem se esse procedimento é considerado legal, já que atual administração não se cansa de falar de transparência com os atos públicos”, afirmou o vereador.
No oficio encaminhado ao prefeito, o vereador André Rezek, pede detalhes sobre o procedimento administrativo tomado com relação ao contrato de concessão de limpeza pública, qual alteração realizada, se o contrato foi prorrogado, além de encaminhar cópia de todo procedimento e do novo contrato.

Site oficial da câmara municipal de Barretos.

Depois de passar quatro anos em nosso município, fazendo e ganhando sabe-se La o que e quanto, o contrato e simplesmente desfeito e a AFALIX desaparece da face da terra altinopolense. Estranho, vocês não acham?

Segundo um funcionário do setor de obras que não quis se identificar por medo do GIGANTE Nanão, a empresa tinha contrato até o próximo dia 30 de maio para coleta de lixo; e ainda tinha outros contratos em vigor que segundo o funcionário, serão rescindidos.

O MOTIVO DA DEBANDADA “ALFALIQUIANA”, ninguém sabe, mas eu tenho minhas suspeitas.

Comentemos: há leitores deste site que dizem que quando tem matéria nova, vão direto ao “Comentemos”, por que é aqui que a cobra FUMA!

Vamos aos fatos: Empresa contratada pela prefeitura para fazer de tudo um pouco na cidade. (Tudo sem licitação). Empresa que recebe por reforma de postos de saúde em 2012 e só inicia as obras em 2013 (depois de denuncias). Empresa que segundo documento assinado pelo prefeito Nanão, ao perceber e ser informada que teria recebido de forma irregular por serviços ainda não prestados nos postos de saúde devolve o dinheiro (DEVOLVEU depois da eleição) deu para entender? Depois da eleição. Empresa responsável pelo transporte do lixo do município para cidade GUATAPARA que segundo denuncias feitas a nós por funcionário publico, (outro sem identificação por medo do GIGANTE Nanão) recebia diariamente por dois caminhões quando só um fazia a coleta e o transporte do lixo.Empresa que tinha, segundo funcionários dela mesma, como contratante de mão de obra, o PALITO (Caraca, o PALITO, de novo não!).Empresa suspeita de uma porrada de fraudes Brasil a fora, só poderia ser mesmo, a Empresa de confiança de Nanão/Ferreira. Parou por quê? Por que parou?

Cabe a esta CEI, afinal CEI é um instrumento serio de investigação e apuração de irregularidades contra o dinheiro do povo, ir a fundo e investigar, intimar, ouvir, inquirir, e responsabilizar de forma exemplar, quem por pura malandragem e desonestidade, para não falar, mas eu vou falar, eu falo mesmo “LADROAGEM” tenha cometido qualquer ato de improbidade na gestão passada 2009/2012. Gestão esta, diga-se de passagem, a mais perniciosa, desonesta e ladra da historia dessa terra.

Informou-me, de dentro da prefeitura, meu contato que nunca mente e nunca erra, (alias quem devo agradecer pelo apoio no envio de documentos, sem os quais nada disso seria possível), informou-me que o prefeito “Gigante Nanão” vai usar da mesma estratégia que usou contra Alan Faria e Fabio Augusto, ou seja, devera abrir BO também contra atos da Alfalix, alegando, ele Nanão, não saber de nada.

 

meu caro; sei que você não gosta de mim e nem eu de você, mas nós não vamos casar um com o outro mesmo, então senhor vereador, tome as redias da situação enquanto é tempo. Eles estão debandando e com isso, levando talvez consigo, as provas que você precisa para concluir a CEI que você sequer ainda começou.

 

O cavalo passa encilhado em nossa frente apenas uma vez. Monte nele; faça a diferença e prometo que escrevo uma matéria para você com o titulo; “SEGUUUUUUUUUUUUURA JOSÃO”!

 

Mas se você não fizer nada, faço também uma matéria. Mas ai, o titulo será: “SE LIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIMPA CAGÃO”!

 

Ademir Feliciano

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Artigo Anterior

Santo Antonio da Alegria terá “Arena Multiuso”.

Próximo Artigo

Escutas telefônicas mostram conversas com teor sexual entre pastor e fiéis

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *