MENTIRA de “Nanão” ludibria até a Câmara Municipal?

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:

 

Em Lei nº 1.795, de 09 de julho de 2011, lei esta assinada pelo prefeito em exercício “Luiz Valter Ferreira”, consta que:

Autoriza o Prefeito Municipal e o Secretario da administração e Finanças a ausentarem-se do Município e da Administração por período superior a quinze dias, e da outras providencias”.

A ausência dos dois entes políticos, “Marco Ernani Hyssa Luiz” prefeito municipal, e “Alan Faria”, então secretario de finanças, seria para treinamentos em lideranças nas cidades de Nova Yorque e Denver no período compreendido de 08 a 21 de junho de 2011.

No Artigo 3º da referida lei, conforme vocês poderão constatar, alega-se que: A viagem de que trata esta Lei não terá nenhum custo para os cofres do município, sendo que todos os gastos serão pagos pelos próprios agentes políticos tratados besta Lei.

Pois então, viajaram, foram para fora do País e pelo que tudo indica nos documentos aqui apresentados, quem pagou a conta fomos nós.

 

Veja na fatura da Empresa Barroso Turismo (quem vendeu as passagens) que a data da emissão destas passagens, é de 24/05/2011, com vencimento em 29/05/2011, portanto, mais de um mês antes do pedido de autorização de viagem do Prefeito para a Câmara Municipal, as passagens já estavam reservadas e com datas e emissão e vencimento. Isso significa que o prefeito tinha certeza que seus homens, Vereadores da época, aprovariam sua ida ao Exterior.

O que causa revolta nesta visagem, é que, alem de não trazerem nada de proveitoso para Altinópolis, ainda, segundo nota de empenho, comprovante de pagamento e o nome do sacado na fatura, (FT00010575) a prefeitura municipal teria pago por esta vigem. Isso transgrediria e afrontaria de forma vil, o Artigo 3º desta Lei que diz que ônus nenhum teria os cofres públicos da cidade, por conta de tais viagens.

O certo é que: Viajaram com a informação documental que fariam a vigem com custos pagos pelos próprios viajantes (Prefeito e Secretario), posteriormente, aparecem, notas de empenho e pagamento feito pela prefeitura municipal em razão da mesma viagem, as datas de emissão e vencimento das passagens foram feitas bem antes até, do pedido de autorização para viajar, remetendo a todos nós, a desconfiança de grave Mentira cometida pelo prefeito municipal. Mentira essa transformada em Lei e assinada pelo Então Vice-Prefeito “Luiz Valter Ferreira”.

No detalhamento da fatura, podemos perceber que as datas são exatamente aquelas descritas na citada Lei 1.795 de 09 de junho de 2011. Na Lei, o período de ausência dos dois é de 08 a 21 de junho de 2011, na fatura, ficaram fora do País de 08 a 20 de junho de 2011. Portanto, Lei e fatura de viagem, referem-se ao mesmo objeto.

Viajaram para o exterior, mentiram para Câmara Municipal, enrolaram cada vereador que aprovou a viagem. (vereadores todos coniventes, afinal, não investigaram nada antes e nem depois da viagem) sequer os vereadores se perguntaram o que teriam trazido de benefícios para o município, os dois viajantes em questão.

Viajaram juntinhos, sabe Deus para que. E hoje, um acusa o outro por desvio de verbas publicas. “Nanão” é bom de saúde educação e viagem de avião!

Mentiram descaradamente para cada um de nós! O que merece gente assim?

Esse fato escabroso, já foi remetido ao Ministério Publico, para investigações e providencias.

 

Ademir Feliciano

 

Empenho da citada viagem.

Tipo de despesa: Valor Liquidado

No. Empenho: 4761-2011

CNPJ / CPF: CNPJ – PESSOA JURÍDICA – 72908916000155

Fornecedor: BARROSO TURISMO

Data: 2011-05-27

Valor empenhado: 1.545,58

Função de Governo: ADMINISTRAÇÃO

Sub-Função de Governo: ADMINISTRAÇÃO GERAL

Programa: 7,001 – ADMINISTRAÇÃO, FINANÇAS E PLANEJAMENTO

Ação: 2,234 – MANUTENÇÃO DOS SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS

Fonte de Recurso: TESOURO

Código de aplicação fixo: 0110 – GERAL

Modalidade Licitatória: OUTROS/NÃO APLICÁVEL

Elemento: 33903900 – OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS – PESSOA JURÍDICA

Histórico Despesa: DESP.COM PASSAGENS AÉREAS

 

 

 

Artigo Anterior

“CEI” das passagens aéreas começa a ouvir testemunhas e envolvidos.

Próximo Artigo

Mais uma Decisão da Justiça Torna Indisponíveis os Bens de “João Batista Mateus”.

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *