Funcionários Públicos Municipais entram com representação no caso IMPRAL.

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:

 

Doze funcionários públicos das mais diversas áreas do município de Altinópolis entraram com representação junto ao Ministério Publico a fim de exigir investigação sobre a solicitação do prefeito “Nanão” junto a Câmara Municipal, para parcelamento em 60 meses de divida contraída com o IMPRAL no valor de R$ 938.952,69.

A divida com o Instituto de Previdência é proveniente da falta de repasses, que não foram feitos pela prefeitura nos meses de agosto a novembro de 2012.

Os funcionários alegam que: “O fato se faz grave, uma vez que alem de não repassarem os valores que são de direito do funcionário, ainda, propõe-se ao pagamento de juros, o que configura plenamente “Ato de Improbidade Administrativa”. Senão vejamos, caso o dinheiro não repassado, tivesse tido destinação correta, não haveria que se falar em juros. A prefeitura se propõe a pagar juros, com erário publico, por irregularidades cometidas pelo prefeito: Um abuso! Ainda se propõe a deixar divida contraída por ele, para o próximo chefe do executivo local”.

Alem das investigações, os funcionários pedem ao Promotor de Justiça, os demonstrativos de todos os repasses feitos ao IMPRAL durante o mandato 2009/2012.

Tudo! Absolutamente tudo, deve ser muito bem investigado por parte da promotoria. Não podemos aceitar mais um “engavetamentoARQUIVAMENTO, quando o assunto é a administração municipal de Altinópolis.

Os funcionários fizeram valer seus direitos e recorreram a instancia correta: Ministério Publico. Este, por sua vez, tem a obrigação de dar uma resposta aos funcionários.

A representação foi protocolada em 05/12/2012 e os funcionários aguardam ansiosos pela postura do Ministério Publico.

È assim que se faz! Há indícios de irregularidades com dinheiro publico, DENUNCIE!

Ademir Feliciano

 

Artigo Anterior

Um grande ano para um grande campeão.

Próximo Artigo

CRIANÇAS QUE EU PEGUEI NO COLO!

Confira também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *