Novo sistema nos pedágios de SP beneficiará motoristas

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:

 

Cobrança de pedágios em São Paulo ficará mais justa

Que tal gastar R$ 4 por uma viagem entre Indaiatuba e Campinas em vez dos atuais R$ 10,10? O preço do pedágio no Estado ficará mais justo com a mudança no sistema de pagamento eletrônico. A partir de 2013, a cobrança será feita com equipamentos mais modernos e mais baratos, o que refletirá em redução de custos para os motoristas.

No curto prazo, nada muda para quem já é usuário do sistema de tags. A substituição dos equipamentos começa no início do ano que vem e vai até novembro de 2014. O prazo evitará correria aos postos de troca, já que não será necessário substituir o equipamento imediatamente.

Segundo Giovanni Pengue Filho, coordenador do projeto Ponto a Ponto da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), o maior impacto da mudança é que o motorista pagará uma tarifa de acordo com o trecho percorrido. “Não é um recall, mas uma evolução de tecnologia que caminha para um modelo novo”, explica.

O que muda

Na prática, o motorista vai pagar apenas pelo trecho utilizado na rodovia. O Sistema Ponto a Ponto funcionará a partir da instalação de antenas ao longo da via. Os equipamentos fazem a leitura automática das tags, identifica os veículos e registra a cobrança de valor proporcional ao que efetivamente for percorrido. Cada estrutura é uma espécie de praça de pedágio virtual, sem barreiras e cabines de cobrança. Essa tecnologia já é utilizada nos Estados Unidos e em alguns países da Europa.

Segundo Pengue Filho, a forma de pagamento também terá mudanças. Hoje, o usuário paga uma taxa de adesão (R$ 66,72), mensalidade (R$ 11,90) e recebe a fatura online ou via Correio, e o valor é debitado da conta corrente ou cartão de crédito. O projeto piloto prevê a cobrança pré-paga, ou seja, o motorista “compra” créditos que são debitados a cada passagem. A forma de recarga dependerá da concessionária do serviço, e poderá ser em dinheiro, débito, celular ou cartão de crédito. A nova tag custará cerca de R$ 3. Várias operadoras poderão oferecer o serviço, o que permitirá mais concorrência e trará benefícios aos usuários.

Implementação

Um projeto piloto está sendo desenvolvido na Rodovia Santos Dumont (SP-75), no trecho entre Itu (km 15) e Campinas (km 77,6). A partir de 1º de abril, os cidadãos que quiserem participar do projeto podem aderir gratuitamente. Todas as informações estão disponíveis no site da Artesp. Não há custo de adesão e nem mensalidade.
12/03/12

Estado inicia operação do Sistema Ponto a Ponto em Itatiba

O governador Geraldo Alckmin dá início nesta segunda-feira, 9/04/12, em Itatiba, à operação do Sistema Ponto a Ponto, que cria nas rodovias paulistas o sistema de pagamento de pedágio por trecho percorrido. A primeira rodovia contemplada com o sistema será a Engenheiro Constâncio Cintra (SP-360), no trecho que liga Itatiba a Jundiaí.

Do Portal do Governo do Estado

 

Artigo Anterior

Vereadores elegem novo prefeito de Campinas

Próximo Artigo

Pessoas obrigadas a apresentar a Declaração de Ajuste Anual do IRPF 2012

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *