Dr. Fausto Fabbri, fala sobre a rejeição de sua ultima indicação.

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:

Dr. Fausto Fabbri, fala sobre a rejeição de sua ultima indicação.

 

Na noite do dia 15/06 eu apresentei, durante sessão da câmara municipal, uma indicação de nº25/2010 dirigida ao poder executivo (prefeito) de Altinópolis. Para os que não estão familiarizados com os trabalhos da câmara municipal, uma indicação nada mais é, do que uma sugestão que pode ou não ser acolhida pelo prefeito. Esta reivindicação veio de encontro aos anseios de muitos munícipes que ultimamente vinham me questionando a respeito da qualidade da água oferecida à nossa população. Após intensa pesquisa encontrei uma portaria do ministério da saúde de nº 518/2004 estabelecendo as obrigações de cada esfera do governo, seja ela em nível federal, estadual e também municipal, e pude observar que existe a necessidade de adequar as exigências desta portaria, com a situação atual de análise da água da nossa cidade. Nesta análise são avaliados os aspectos microbiológicos, turbidez, substâncias químicas e radioatividade.

ALTIAQUI– qual a importância de sabermos destes aspectos da água servida à população?

Fausto – é fundamental, primeiro para podermos estar respeitando os ditames da portaria 518, e principalmente para oferecermos à população água compatível com o consumo humano, que é objeto desta portaria. Esta análise tem por objetivo a correção de possíveis alterações na composição da água, evitando assim o aparecimento de doenças tais como diarréia, impregnação de metais em órgãos nobres que possam levar a anemia e até mesmo a possibilidade de associação com doenças neoplásicas (câncer), entre tantas outras doenças.

 

ALTIAQUI – eu não pude estar presente nesta sessão, porém pela importância desta nobre indicação acredito que todos os vereadores ali presentes com certeza votaram pela aprovação da mesma, e de forma unânime.

Fausto infelizmente não, caro Ademir, a indicação não foi aprovada. Apesar de todos os meus esforços para explicar a importância desta indicação a todos os vereadores ali presentes, e por mais incrível que possa parecer, infelizmente, a minha “reivindicação” não foi aprovada.

ALTIAQUI– o senhor poderia me dizer de quem foram os votos favoráveis e os contrários a sua indicação, bem como os motivos alegados pelos vereadores contrários à matéria em questão?

Fausto caro Ademir, prefiro não comentar sobre este seu questionamento, porém tanto você, como qualquer outro munícipe interessado pode se dirigir à câmara e buscar estas informações junto à Secretaria.

ALTIAQUI– Dr. Fausto. Quem perde com esta rejeição de sua matéria?

FAUSTO– Ademir, sem duvida nenhuma quem perde é a população de Altinópolis que estava ansiosa para poder correlacionar ou não algumas enfermidades que tem acometido de forma trágica, parte de nossos irmãos altinopolenses. Mas, sempre há uma luz no fim do túnel. Ainda existem pessoas com grande generosidade e amor ao próximo. Falo isto porque entrei em contato na tarde de ontem com o Sr. Carlos Pólo e também com o Sr. Irineu Crivelentti, ocasião em que fui muito bem recebido, e ambos, sensibilizados com a questão levantada, me explicaram que uma boa parte das substancias, estão sendo sistematicamente por eles analisadas. Não mediram esforços no intuito de encontrar a última análise radioativa da água que foi feita há cerca de 4 anos por uma empresa de Piracicaba. Devido ao extenso período em que esta não é realizada, se comprometeram em solicitar tal análise junto ao prefeito. Agradeço a ambos, pela nobreza de seus atos, pela amizade e pela disposição em colaborar com o bem estar, e a saúde da população.

Agradeço também a você, Ademir pela oportunidade e pela forma democrática com que vem conduzindo este importante meio de comunicação.

Ademir Feliciano

 

Artigo Anterior

“Quadrilha” Caipirinha- Isto aqui ta bão de mais!!!

Próximo Artigo

A POLICIA MILITAR INFORMA !

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *