Troca de lâmpadas pode gerar economia de até 80%

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:

Troca de lâmpadas pode gerar economia de até 80%

 

Da equipe do DiárioNet

20/02/2010

Com o fim do horário de verão, a iluminação das residências, responsável por 14% do consumo de energia, pode aumentar. A simples troca de lâmpadas pode reduzir em até 80% esse gasto. Entre 19 e 23 horas, ocorre o maior consumo de energia elétrica decorrente do uso doméstico de lâmpadas. Se o País trocasse as lambadas incandescentes pelas econômicas, a redução do consumo chegaria a 37% no horário de pico, das 20 às 22 horas, segundo dados da Associação Brasileira de Importadores de Produtos de Iluminação (Abilumi).

A empresa Golden, especializada iluminação, dá as dicas sobre a lâmpada mais apropriada. As chamadas LED (diodo emissor de luz em inglês) e as fluorescentes compactas são opções para continuar economizando com o fim do horário de verão.

 

A incandescente, que responde por 50% do consumo de lâmpadas no Brasil, usa apenas 10% da energia que consome para gerar luz. Já a fluorescente compacta usa 25% da energia total consumida por uma incandescente com potência equivalente. Isto significa uma economia real de energia elétrica de 75% por lâmpada.

As fluorescentes também iluminam mais que as incandescentes de potência equivalente. Por isso, é possível utilizar uma lâmpada fluorescente compacta de 15W no lugar de uma incandescente de 60W para contar com a mesma quantidade de luz.

Cada lâmpada fluorescente permite reduzir o consumo de energia em até cinco vezes, com uma economia mensal de R$ 2 na conta de luz por ponto. De acordo com a empresa, a fluorescente dura até oito anos. No mesmo período, uma casa que use incandescente efetuaria oito trocas pelo menos.

As lâmpadas halógenas, muito usadas para iluminação decorativa, produzem mais luz e maior brilho comparadas às incandescentes, mas só estão disponíveis na temperatura de cor amarela. A de LED pode proporcionar economia de 90% na energia consumida devido à sua elevada intensidade luminosa com baixa potência. Além de converter 40% da energia que consome em luz, dura dez vezes mais que as halógenas e possibilita tanto luz amarela quanto branca.

Enviado por. Lurdinha Ferreira.

 

Artigo Anterior

Turistas lotam hotéis e pousadas, movimentando ainda mais o comércio de Altinópolis

Próximo Artigo

OQUE É VITILIGO?

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *