O APOGEU – O FECHAMENTO- OURO CRAVEJADO DE DIAMANTES! (parte 4)

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:



O APOGEU – O FECHAMENTO- OURO CRAVEJADO DE DIAMANTES! (parte 4)

Eu que sempre julguei fácil transcorrer pelo universo das palavras, que sempre tive presente em mim a desenvoltura do verbo. Nesse exato momento me sinto impotente diante da inigualável e extraordinariamente linda apresentação de ontem da companhia de teatro “Trupe Alegria e Farrapos”.

O momento mais sublime de toda a festa, não foi capaz de apresentar um destaque, pois todos os seus componentes se destacaram, encantaram e contagiaram os corações ali presentes, e o meu transborda de encantamento até agora.

A Trupe com a apresentação de ontem acalantou minha alma, me proporcionando o sono dos justos no mais calmo e sereno momento de beleza e paz.

Inimaginável para mim a existência de algo sequer semelhante em nossa cidade, eu não sabia da existência de tal maravilha, e não quero mais deixar de estar presente em suas apresentações e espero que tenhamos muito mais momentos como aquele.

 

Vocês Trupe Alegria e Farrapos deram um presente aos nossos corações e reavivaram as mais escondidas emoções que um ser humano pode ter em seu âmago. E as fizeram aflorar como que num passe de mágicas. Vocês são simplesmente lindos.

Aninha Friguetto, idealizadora, autora, diretora, coreógrafa, atriz e mãezona dessa turma falou conosco.

Altiaqui: Ana eu não sabia da existência de vocês, confesso minha ignorância, mas quero te dar os parabéns pela belíssima apresentação.

Aninha: Muito obrigada, realmente esse grupo existe, ele foi elaborado, idealizado e criado por mim, e fazemos vários tipos de eventos como: confraternização de empresas, animação de festas de aniversario, bodas, formaturas, colação de grau, e claro teatro que é minha paixão. Sempre passando cidadania, cultura, folclore e amor ao próximo.

Altiaqui: Você vem de uma família tradicional na elabora e na manutenção de eventos tradicionais não é isso? Seu pai foi o fundador da festa de reis de Altinópolis?

Aninha: Isso, meu pai faleceu a 32 anos, e a festa tem 38 anos, meu pai foi o fundador da festa não só de Altinópolis , mas da região, existia festa de Santos reis sim, mas em fazendas, em cidades meu pai foi o pioneiro do nordeste paulista ,haja vista que a cidade tem como slogan “Rainha do folclore do nordeste paulista”e ele foi o incentivador do folclore da região.

Altiaqui: Me fala de você Ana , você vem de que escola de teatro?

Aninha: Eu sou de Altinópolis, nasci e cresci e nunca mudei daqui, e creio ser coisa de sangue mesmo, minha mãe quando nova gostava de fazer teatro na escola, e meu pai sempre gostou de folclore, e após a morte de meu pai e com o amadurecimento da idade eu fui aprofundando não só no folclore regional, mas do Brasil todo, e é isso que eu quero fazer na minha vida, eu quero passar principalmente para crianças e adolescentes, um pouco mais de cultura de nosso maravilhoso País.

Altiaqui: A aceitação do publico com relação a arte cênica ao teatro, ela é o esperado, ou falta alguma coisa?

Aninha: O que você achou de hoje?

Altiaqui: Maravilhoso.

Aninha: Foi o que todos acharam não foi?

Altiaqui: Perfeitamente

Aninha: A resposta está dada.

Altiaqui: Talvez eu não me tenha feito entender me perdoa. Eu quero saber se existe acesso, divulgação do trabalho de vocês até para que as pessoas possam acompanhar melhor?

Aninha: Olha, não existe aqui uma pessoa de referencia que possa influenciar e incentivar essa área, eu, por exemplo, montei essa equipe por minha conta, o figurino sou quem faço 80 a 90 por cento é sucata que eu uso, justamente para não ser caro, porque teatro não é caro, mas a gente tem que ter criatividade. Eu gostaria demais, eu não vou negar, eu nunca neguei. Gostaria de trabalhar nessa área, com a administração atual ou em outra, por que é a minha praia, eu sei fazer e vocês perceberam isso, mas realmente não tem uma pessoa que goste que leve a fundo, isso realmente não tem. E Altinópolis ama teatro e eu to tentando na cara e na coragem.

Altiaqui: Então eu quero lhe oferecer um espaço em meu site para que você divulgue tudo que vocês vierem a fazer a partir de agora, é o mínimo que podemos fazer diante da grandeza de vocês.

Aninha: Olha, nós ficamos muito felizes com isso, e eu falo em nome da equipe por que eu não sou sozinha, inclusive a nossa marca é uma centopéia onde está dividida em cinco gomos representando os fundadores do grupo, a cabeça é Jesus que nos guia e as pernas são as pessoas que vão entrando. E eu fico muito feliz porque é assim que funciona, e mídia é assim, quanto mais tem melhor é. Ainda mais com o nível do altiaqui que atinge uma região muito grande fora Altinópolis. Mas claro: nós vamos cobrar você deu pra gente, a gente vai cobrar porque a gente vive disso também.

Altiaqui: Espero mesmo que vocês cobrem, e o espaço já está aberto pra vocês. Parabéns mais uma vez a todos da equipe porque foi lindo o que vocês fizeram.

Aninha: Muito obrigada e como diz o cara: Brigaduuuuuuuuu!!

È A região de frente com a informação

Se deliciem com as fotos da Trupe.

Ademir Feliciano

 

 

 

 

Artigo Anterior

ESCRITORA LANÇA LIVRO NA FESTA DE ALTINÓPOLIS. (parte 3)

Próximo Artigo

COLUNA ADEMIR FELICIANO

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *