COLUNA IRÃ DE ALMEIDA FELICIANO

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:



Irã de Almeida Feliciano, estudante de Historia, 20 anos, residente em São Paulo Capital. Musico instrumentista e compositor. Jovem antenado com a realidade dos fatos, não se deixa levar por falsos pregadores da fé, nem por idealistas cujo carater tenha sinal de mácula. Atitude é seu lado mais forte, e cultua o Rock in Roll na mais pura escencia do alternativo. Viva o Guns N’Roses!


20 Anos-Alegria Alegria

De jeito nenhum pensem que sou um cara revoltado com a vida, ou com o mundo. Simplesmente passei a encarar a vida de uma forma diferente. É legal ficar esperando que as coisas caiam do céu?Com certeza não. Mas também é legal trabalhar a vida toda, se matar, encaram diversas despesas, problemas, cobranças e finalmente quando atingimos uma idade na qual poderemos descansar e aproveitar o resto de vida que nos resta, a morte bater a nossa porta?

Acho que também não é muito legal né?Hoje faço 20 anos, e algumas pessoas que lerem esse texto dirão que moleque louco, só tem 20 anos e já esta reclamando tanto da vida, ele tem a vida toda pela frente. Pura hipocrisia, pois acredito que grande parte das pessoas aos 20 anos de idade também não estavam satisfeitas com a vida que estavam levando. A não ser os filinhos de papai, filinhas de mamãe, os safados e sem vergonhas que já tinham a vida ganha naquela época.

 

Mas também me conforta saber, que esse tipo de gente não iria ler um texto destes, afinal de contas o que lhes interessa é saber qual peça de roupa ta na moda, qual carro deve comprar e assim vai. Nem de longe a vida e tão bela assim, devemos agradecer simplesmente pelo fato de estarmos vivos?

Se devemos? Por favor, digam isso ao povo haitiano, aos etiopês e o resto do mundo que também está vivo, e levando a vida que sempre quiseram não é?Realmente e muito bom idealizar coisas, sonhar, acreditar. Mas e se a vida não nos da uma chance de realizar algo?

Ou uma segunda chance de acertar algo que erramos no passado e estamos dispostos a concertar?De sonhos não vivem os homens, talvez a fé seja a nossa maior arma e maior proteção, porem nos dias de hoje em que a ultima coisa que as pessoas lembram e da fé, essa nossa arma já esta defasada. Talvez eu seja uma pessoa que se contenta com pouco para ser feliz, e por isso vocês não acham que seria mais fácil ser feliz?

Com pouco, mas suficiente para poder sorrir de verdade, somente com o básico, mas que esse básico supra todas as minhas necessidades?Ao mesmo tempo em que a vida e uma dádiva, eu a encaro como uma armadilha, pois se só existe essa vida, porque sofremos tanto para conseguirmos realizar nossos sonhos, e na maioria das vezes não conseguimos?

Pô se somente essa vida existe, merecemos um credito não?Uma chance, por mínima que seja. Agora se existem outras, essa é a vida da comedia, para que talvez na próxima possamos rir de nossas tolices, dos nossos fracassos, e na maioria das vezes de sermos tão bons que chegamos a ser a espécie mais FUTIL que existe. Sejamos realistas e esperemos o que a vida nos reserva. Só que, me iludir nunca mais. Bom, talvez com 21 eu possa estar escrevendo um texto um pouco mais animador ne?Mas, me iludir com isso não!!!!

Até a próxima, e ‘’parabéns’’ para mim…

Por Irã de Almeida Feliciano

 

Artigo Anterior

COLUNA ROBERTO LEITE

Próximo Artigo

COLUNA MOISES MIGUEL

Confira também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *