UM PUXÃO DE ORELHAS NO JORNAL- A TRIBUNA DE ALTINÓPOLIS!

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:





UM PUXÃO DE ORELHAS NO JORNAL- A TRIBUNA DE ALTINÓPOLIS!

Como todos já devem saber, temos um jornal em Altinópolis responsável pela publicação dos relatórios da execução orçamentária e fiscal de nosso município, jornal este que participou de uma licitação (027/2009) e que por tanto está habilitada para esse fim dentro da legalidade.

Quando uma empresa ganha uma licitação (pregão) com o menor preço, não é só o menor preço que está sendo oferecido, mas sim e fundamentalmente a qualidade do produto, pois senão de nada valeria ter o menor preço e perder em qualidade.

 

Lendo o referido jornal, datado de 22 de dezembro de 2009, ao querer analisar as contas, ou melhor, a lei Nº 1.700, de 02 de dezembro de 2009 que estima a receita e fixa a despesa do município para o exercício de 2010, simplesmente não consegui.

 

As paginas 10 e 11, onde constam as tais estimativas: os quadrantes estão ILEGIVEIS, não da pra ler absolutamente nada! Ao pensar ser só meu exemplar que tivesse vindo assim, alem de informar o ocorrido ao jurídico da prefeitura, também fui à busca de outros exemplares – E ESTAVAM TODOS DO MESMO JEITO

Segue abaixo a publicação do pregão presencial que credenciou o jornal, e os valores cobrados.

Pregão Presencial – Registro de Preço nº. 027/2009

Homologo o presente pregão, cujo objeto trata-se de

Registro de Preço de Empresa Jornalística para Publicação de

Relatório Resumido da Execução Orçamentária e Relatório de

Gestão Fiscal e demais exigidas pela lei de Responsabilidade

Fiscal. Empresa Vencedora: Dagmar M. de Moura – Editora vencedora

com o valor da centimetragem R$ 2,50 (dois reais e cinqüenta

centavos).

Altinópolis, 21 de Julho de 2009.

Marco Ernani Hyssa Luiz – Prefeito Municipal.

(A debitar)


Dois Reais e Cinqüenta Centavos a centimetragem, ou seja, no bojo, na quantidade deve dar um valor considerável, portanto não justificando tal falha grotesca na publicação.

Esperamos como cidadãos que somos, e donos do dinheiro que é usado para pagar as publicações ao jornal, que seja republicado o referido quadrante ilegível, bem como não ocorra mais esse tipo de absurdo, e uso o termo absurdo, por se tratar de jornal oficial, uma vez que publica relatórios oficiais de interesse publico, e os mesmos DEVAM ser de fácil compreensão e legíveis.

Agora lanço um desafio ao Prefeito Municipal e ao Presidente da Câmara dos Vereadores, pois a câmara também publica seus relatórios no mesmo jornal.

Caso queiram os senhores economizar com esse quesito (prestação de contas) e quem sabe não renovar o contrato, ou deixar de licitar para esse fim. Coloco-me a disposição, para publicar todas essas contas e relatórios de forma GRATUITA no site altiaqui, até o final desta gestão.

Lembrando que o site altiaqui tem tido uma penetração grandiosa em nosso município, com as mais relevantes referencias por parte da população, e com publicação de matérias quase que instantâneas, portanto o que nos for dado a publicar hoje: será hoje mesmo publicado.

Agora, tem uma contrapartida.

Publico todas as informações de forma Gratuita, desde que sejam de modo mais compreensível, de fácil entendimento por parte de quem realmente interessa; O POVO!


Publicaríamos com linguagem comum, com valores, com os nomes das empresas fornecedoras, com seus CNPJ, razão social. Divulgaríamos aqui todas as licitações com suas datas e convidaríamos (uma vez que licitação é ato publico) todos os interessados em assistir.

Porque convenhamos meus ilustres senhores, o que se publica no jornal para prestar contas a sociedade, é coisa pra Inglês ver né?

Ninguém entende nada, e ainda pagamos por isso. Não da mais concordam?

Ou façam isso tudo com o jornal que publica os atos oficiais do município, e continuem pagando por isso, mas que seja mais transparente. È o mínimo que se espera de quem diz ter compromisso com a transparência. (não existe meia transparência)

ESTÁ FEITO O PUXÃO DE ORELHAS E O DESAFIO AO PREFEITO E AO NOVO PRESIDENTE DA CÂMARA.

Ademir Feliciano

È Altinópolis de frente com a informação

 

Artigo Anterior

Concurso Público oferece mais de 3 mil vagas na Fundação Casa/SP.

Próximo Artigo

COLUNA DE IRÃ DE ALMEIDA FELICIANO

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *